Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 19 de fevereiro de 2011

A necessidade de aprovação

Escolhi este texto, pois estive em uma situação a qual fui repreendida por expressar minha opinião, a questão toda é que estavamos em uma reunião em que no fim todos queriam intimamente fazer uma pergunta capciosa à respeito da liderança, porém quando o fiz todos tiveram as respostas que queriam, porém não fui bem vista pelo atrevimento. Isso me irritou extremamente.
 
Olhe para sua vida como você tem preenchido seu vazio com pessoas. Como consequência, elas lhe deram uma “chave-de-braço”. Veja como elas controlam seu comportamento com aprovação ou desaprovação. Detém o poder de aliviar sua solidão com companhia, de enviar seu espírito para as alturas com elogios e de trazê-lo às profundezas com críticas e rejeição. Olhe para si mesmo, gastando quase todos seus momentos apaziguando e agradando pessoas, estejam elas vivas ou mortas. Você vive pelas normas delas, se conforma a seus padrões, busca sua companhia, deseja seu amor, morre de medo de ser ridicularizado, anseia por seu aplauso, submete-se mansamente à culpa que colocam sobre você; fica aterrorizado em contrariar a moda ao vestir-se, falar, agir e até mesmo pensar. Mesmo quando as controla, observe como você depende delas e é escravizado por elas. As pessoas se tornaram uma parte tão grande de sua existência que você nem sequer consegue imaginar uma vida que não seja afetada ou controlada por elas.”
Texto retirado do:
Livro: The way to love (O Caminho do Amor)
Autor: Anthony DeMello

5 comentários:

  1. Minha Amiga, creio que isso acontece quando as pessoas ao nosso redor não vivem uma Fé verdadeira, pois Cristo não foi intolerante, nem fez acepção de pessoas. As medalhas, os reconhecimentos deste mundo de nada adiantam! Eu digo por experiência própria, eu tenho uma profissão que me obriga a sacrificar a minha própria vida pelo bem-estar dos demais, mas sempre que saio para trabalhar lembro-me que nada faço para os demais, mas para Deus. Não busco honras deste mundo, mas antes o olhar do Senhor, em agradá-Lo com o meu trabalho também, logo não sofro! Você fez o que achou correcto e ter firmeza e iniciativa não é nenhum pecado. Você só terá ofendido quem é acomodado, conformado e passivo! Os valentes a Deus pertencem! Que Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Olá irmã Celeste!

    Sempre é bom ler as suas mensagens. Que Deus lhe proporcione uma semana abençoada. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Lamentável, metanóia e reforma da igreja com o ESPIRITO SANTO já.

    ResponderExcluir
  4. Normalmente é assim mesmo.
    Somos levados a pensar que podemos agir com sinceridade e clareza, mas quando agimos dessa forma, logo somos apedrejados.
    Deus te abençõe,
    Maurinei,
    http://fiqueligadobloggospel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    graça e paz...
    É impressionante quanta gente necessita de uma aprovação, infelizmente, ao ler seu texto me arremetei ao ambito eclesiástico, isso mesmo fui refletir sobre a vida em sociedade no ambiente igreja, e infelizmente fiquei triste, pois não conheço nada, nenhuma instituição, nenhum grupo de pessoas que detem tanto o controle das pessoas como a igreja, isso mesmo, é a igreja que escolhe o batom, o tipo de roupa, a forma de falar, sentar, andar, e até o tipo de lazer que as pessoas podem usar e participar.
    O pior é que muita gente por falta de conhecimento sede a esse tipo de capricho, capricho não, controle, sem falar no poder do discurso, como as pregações são utilizadas para o controle e o adestramento do povo...
    É triste, fico chateado em ver que Cristo prezou pela liberdade, mas a igreja tem prezado pelo controle...

    ResponderExcluir

Seguir por Email

Pesquisar este blog